Clube de Caça de Campo Grande, foi a Brasília acompanhar votação sobre...

Clube de Caça de Campo Grande, foi a Brasília acompanhar votação sobre armas

COMPARTILHAR

Um grupo de Integrantes do Clube de Caça Campo Grande, esteve em Brasília na última quarta-feira (12) para acompanhar no senado a votação na Comissão de Constituição, Justiça e Cidadania (CCJ) da Casa, o projeto de decreto legislativo (PDL) que susta os efeitos do decreto do presidente da República, Jair Bolsonaro, que facilita o acesso às armas pela população.

Embora tenha se manifestado nas vias de acesso ao Senado e diante da casa, os representantes do clube se viram frustrados, pois não foi permitido que entrassem e se manifestassem. Quando conseguiram entrar na casa chamada de “casa do povo”, os manifestantes receberam ordem de permanecerem em silencio e que não portassem nenhuma faixa, bandeira ou banner.

Para o diretor do clube e instrutor de tiro Isaac Pancini, apesar da frustração com o impedimento de acompanhar ativamente a votação, a viagem foi proveitosa pois através da equipe foi possível mostrar o lado bom da arma legalizada tanto para o lazer controlado como é a atividade do Clube de Caça, como para a segurança patrimonial do cidadão. Em Brasília a equipe do Clube manteve contatos com autoridades, membros de outros clubes e da sociedade civil.

A viagem de mais de dois mil quilômetros de ida e volta na Capital do País, foi custeada pelos próprios integrantes do grupo. Não houve participação ou ingerência de nenhum político.