Com mergulhadores, Águas Guariroba faz limpeza de reservatórios em Campo Grande

Com mergulhadores, Águas Guariroba faz limpeza de reservatórios em Campo Grande

COMPARTILHAR
Equipamento especial impede contato com a água.

A Águas Guariroba iniciou esta semana cronograma de manutenção e limpeza de 10 reservatórios de água em Campo Grande com a participação de mergulhadores especializados. A ação integra os trabalhos preventivos da concessionária para os períodos de altas temperaturas com a chegada da estiagem. As equipes de mergulho contam com um procedimento inovador, onde a limpeza é executada nos reservatórios cheios e em plena operação, evitando desperdícios, interrupção de operação e sem impacto no sistema de abastecimento de água da Capital.

Os reservatórios têm capacidade de até 10 milhões de litros e estão localizados nas Estações de Tratamento de Água Lageado e Guariroba, nas regiões do Maria Aparecida Pedrossian, Noroeste e União. O sistema utilizado pelos mergulhadores é semelhante à limpeza de uma piscina, as equipes utilizam um sistema de aspiração para a retirada de todo material sedimentado acumulado no fundo dos reservatórios.

“A ação é resultado de um estudo de tecnologias e metodologias que não parassem o abastecimento, principalmente com a chegada do período de estiagem. Com os mergulhadores nós fazemos a limpeza sem parar o fornecimento de água para a população. O mergulhador vai passando a máquina que recolhe as partículas do fundo do reservatório. São ações complementares ao plano de enfretamento de estiagem que adotamos após a implantação de novos poços, garantindo que Campo Grande passe este período de altas temperaturas de fora tranquila”, diz Gabriel Buim, diretor-executivo da Águas Guariroba.

Para evitar qualquer contaminação durante a manutenção, o mergulhador é equipado com uma vestimenta impermeável e com uma máscara full face, um tipo de capacete integralmente vedado onde estão acopladas uma câmera de vídeo, lanterna e microfone mantendo contato direto com uma equipe do lado de fora. Todo o equipamento é interligado através de um duto que garante a livre respiração e permite resistir à pressão da água.

O mergulhador vai passando a máquina recolhendo partículas do fundo do reservatório

(Divulgação)