Comandante-Geral participa da reunião do Conselho Nacional de Comandantes Gerais do Brasil

Comandante-Geral participa da reunião do Conselho Nacional de Comandantes Gerais do Brasil

COMPARTILHAR
Comandantes da PM e CB de MS em reunião do Conselho Nacional de Comandantes Gerais do Brasil.

O Comandante-Geral da Polícia Militar de Mato Grosso do Sul, coronel Waldir Ribeiro Acosta e o Comandante-Geral do Corpo de Bombeiros Militar de Mato Grosso do Sul, coronel Joilson Alves do Amaral participam entre os dias 13 e 14 de março, do evento organizado pelo Conselho Nacional de Comandantes Gerais das Polícias Militares e Corpo de Bombeiros Militares (CNCG), em Brasília.

O evento contou com a presença do Ministro da Justiça e Segurança Pública, Sergio Moro, o Secretário Nacional de Segurança Pública, general Guilherme Theophilo e do General de Divisão, Richard Fernandez Nunes.

Em reunião com os Comandantes-Gerais foi declarado que o Ministério buscará o fortalecimento e integração dos órgãos de Segurança Pública, promovendo a integração em todo o território nacional através da Secretaria Nacional se Segurança Pública (SENASP) e da cooperação com os demais entes federativos.

Durante o evento são tratados assuntos referentes às lições aprendidas durante a intervenção do Rio de Janeiro apresentado pelo General de Divisão Richard Fernandez Nunes. Em ato continuo os Representantes das Polícias Militares e Corpos de Bombeiros Militares das Unidades Federativas discutiram sobre assuntos de relevância para os militares estaduais, e puderam trocar experiências que trouxeram benefícios à Segurança Pública.

O Comandante-Geral da PMMS entregou os resultados de produtividade operacional da PMMS no ano de 2018 ao General Teóphilo, e no ensejo ressaltou a importância da oportunidade para a integração entre as polícias e bombeiros militares do país.

“Estes encontros promovidos pelo CNCG proporcionam aperfeiçoamento técnico e a troca de experiências, possibilitando perspectivas positivas para a segurança pública do país, que será alcançada através da integração, união, planejamento e, sobretudo, pelo trabalho realizado pelos militares de cada unidade da federação”. Concluiu.