Comerciante que matou o tio, é dado como foragido

Comerciante que matou o tio, é dado como foragido

COMPARTILHAR
Miguel agora é considerado um foragido

Depois de anunciar várias vezes que se apresentaria à polícia e não cumprir, Miguel Arcanjo Camilo Júnior, de 32 anos, autor reconhecido do assassinato do tio Osvaldo Foglia Júnior (47), já é considerado foragido e deve ter a prisão preventiva decretada a qualquer momento pela Justiça. A medida está sendo requerida neste momento pelo delegado Tiago Macedo dos Santos, da 4ª Delegacia de Polícia, encarregado do caso.

O crime aconteceu no começo da noite de terça-feira (16), quando a vítima estacionou seu carro em frente ao estabelecimento de Miguel, a Morena Frios e Açougue, na Rua Marquês de Lavradio, no Jardim São Lourenço. Ainda no carro, Osvaldo foi atingido com três tiros de pistola na cabeça e morreu na hora.

Camilo em seguida fugiu levando a arma do crime e desapareceu depois de abandonar seu carro, um Camaro, no Bairro Cristo Redentor onde o veículo foi apreendido pela polícia. Já na manhã seguinte ao crime, a polícia foi informada por familiares e advogado que ele se apresentaria ainda naquele dia.

Não apareceu e a apresentação foi “transferida” para esta sexta-feira pelo advogado de Camilo com alegação de abalo psicológico. Como o anúncio não foi cumprido e a polícia está sendo atrapalhada no andamento do inquérito, o delegado optou por requerer a prisão. Em sendo preso, Camilo deve ser autuado em flagrante por ocultar a arma do crime.