Como na Capital, Mercado em Angélica vendia podridão e foi alvo do...

Como na Capital, Mercado em Angélica vendia podridão e foi alvo do Procon/MS

COMPARTILHAR
Quantidade de mercadorias e produtos impróprios à venda, surpreendeu.

Atuando no distrito de Ipezal, município de Angélica, equipe da Superintendência do Procon/MS realizou fiscalização no Mercado Pague Menos onde as irregularidades encontradas surpreenderam pela quantidade e variedade de itens. Destaque, entre outros, para 860 maços de cigarros de várias marcas e 31 garrafas de “caña” (aguardente) onde não constavam informações em língua portuguesa.

Sem as informações necessárias ao consumidor estavam expostos a venda cerca de 10 quilos de linguiça, mandioca, bacon, salsichas, doces de amendoim, cebolinhas em conserva, além de 19 bandejas de maçãs, inclusive, em estado de putrefação.

Impróprios para o consumo, por estarem com embalagens violadas, amassadas ou apresentarem parasitas tais como carunchos, o mercado expunha unidades de café em pó, iogurte, composto de bebida à base de cafeína além de grão de bico. Outro destaque é que, com prazo de validade expirado, o estabelecimento comercial detinha cinco quilos de salsichas, 17 unidades de cerveja, refrigerantes, água mineral, 18 embalagens de café moído, biscoitos, leite “enriquecido” em diversos sabores, 208 unidades de absorvente higiênico, fraldas descartáveis, condicionador para cabelos, ampolas para tratamento capilar, antisséptico bucal, e 25 unidades de polidor para sapatos, entre outros.

Fonte: Assessoria