Como presente pelos 122 anos da Capital, empresas revitalizam praça e incentivam...

Como presente pelos 122 anos da Capital, empresas revitalizam praça e incentivam cuidados com animais

COMPARTILHAR

Com muita naturalidade, o campo-grandense convive em sua rotina com animais silvestres que compartilham sua beleza com os traços urbanos da cidade e, às vésperas de seu aniversário de 122 anos, celebrado em 26 de agosto, a cidade recebe de presente a restauração de um espaço pensado para oferecer lazer, interatividade e estímulo ao respeito ao meio-ambiente.

Por meio do Projeto Amigo Sigo, a praça localizada na Rua Rodolfo José Pinho, entre as ruas Itar e Antônio Oliveira Lima, foi adotada pelas empresas campo-grandenses: Sigo Homeopatia Veterinária e AgroQuantum Agricultura Quântica, recebeu melhorias e será entregue à população no próximo sábado (21), às 9 horas.

A iniciativa é executada por meio do Propam (Programa de Parceria Municipal), criado pela Prefeitura Municipal de Campo Grande, visando a parceria entre os setores público e privado para conservação de áreas públicas qualificadas de forma a contribuir com a conservação do meio ambiente e com a melhoria da qualidade de vida.

O espaço antes abandonado, recebeu reforma do parquinho infantil, com restauração dos brinquedos, troca da areia e do cercado; troca dos bancos, melhor iluminação, plantio de mudas e a instalação de comedouros para pets, proporcionando oportunidade de alimentação e água a animais em situação de abandono.

“O Projeto Amigo Sigo existe há quase cinco anos e nasceu com o objetivo de promover a saúde, respeito e bem-estar aos animais. Entre as premissas da Sigo, está o pensamento no coletivo e essa praça é mais um sonho realizado. O espaço vai proporcionar lazer à população, ao mesmo tempo em que promove a educação ambiental e respeito aos animais, que muitas vezes sofrem pela falta de um lar. A entrega no aniversário de Campo Grande é um presente a esta cidade, onde consolidamos nossas empresas e pela qual temos grande amor”, relata a médica veterinária homeopata e diretora da marca, Mônica de Souza.

O espaço, que conta com apoio da Subea (Subsecretaria Municipal do Bem-Estar Animal) por meio do Programa Animal Comunitário (Lei n° 395/2020), onde as pessoas interessadas em apoiar animais em situação de abandono tenham permissão para tal atividade, respeitando as regras estabelecidas.

“Sabemos que em um mundo ideal, não deveria haver animais nas ruas, porém, também estamos cientes de que esta não é a realidade na maioria dos municípios do Brasil. A Legislação sobre o Animal Comunitário vem como medida estratégica, fortalecendo o conceito de saúde única, envolvendo o Poder Executivo e a sociedade, regulamentando a adoção do animal comunitário pela sociedade, com amparo e reconhecimento da lei”, avalia a subsecretária.

Vale ressaltar que o local não é destinado ao abandono de animais, crime, com punição e pena, de acordo com a Lei Federal nº 14.064/20. A praça terá ainda a finalidade de se fixar como espaço para realização de feiras de adoção e iniciativas voltadas à conscientização pelo bem-estar animal. Os comedouros pet instalados contarão com manutenção e troca da ração e água, assim como a conservação da praça será de responsabilidade das empresas que adotaram o espaço. “Pensando no bem coletivo, a areia do parquinho infantil foi trocada, assim como o cercado restaurado, evitando que os animais entrem no espaço, mantendo segurança a todos.

Respeito ao meio-ambiente

A área verde da praça será mantida pela AgroQuantum, por meio da agricultura biodinâmica, livre de resíduos, garantindo crescimento forte e saudável das mudas, sem risco de contaminação residual. A mesma metodologia será utilizada no combate aos formigueiros.

A tecnologia já é utilizada há cerca de um ano pelos estudantes atendidos pela obra social salesiana da Casa Dom Bosco em Campo Grande. Por meio de parceria entre a Sigo, AgroQuantum. e UCDB (Universidade Católica Dom Bosco), as crianças aprendem o cultivo da horta biodinâmica e, para estimular o consumo saudável, os estudantes integrantes do projeto estarão na praça distribuindo mudas de hortaliças tratadas com os produtos da marca.

Clima – A ausência de chuvas, aliada às altas temperaturas e a baixa umidade relativa do ar das últimas semanas, interferiu no plantio de mudas de plantas da praça, assim como impediu a realização da feira de adoção de animais, que ocorreria em parceria com a Subea.

Pelo bem-estar dos animais, a feira de adoção foi adiada para uma data mais oportuna, com melhores condições climáticas, assim como o plantio de flores e mudas de árvores será concluído quando houver chuvas”, explica Mônica de Souza.

O Projeto Amigo Sigo já atua em parceria com a Casa Dom Bosco (agricultura biodinâmica), CRAS (Centro de Recuperação de Animais Silvestres), PMA (Polícia Militar Ambiental), ONG’s Amicats e Fiel Amigo e protetores independentes, entre outros. Na inauguração da Praça Haverá distribuição de mudas de hortaliças.

Com UNA Comunicação