Condutor de moto que morreu esta manhã na Capital, não era habilitado

Condutor de moto que morreu esta manhã na Capital, não era habilitado

COMPARTILHAR
Vítima teve parte do corpo prensada sob rodas do caminhão (Foto:Oscar Brito)

Deve ser liberado ainda hoje do Instituto de Medicina e Odontologia Legal – IMOL, o corpo do condutor de motocicleta Jhony Sanches Feitosa (20). Ele morreu por volta de 11h desta sexta-feira (11), quando se envolveu em acidente entre a moto que pilotava e um caminhão basculante na Rua Marcelo Roberto esquina com Alberto Camargo, no Bairro José Abrão, em Campo Grande.

De acordo com o atendimento e registro policial sobre o caso, Jhony conduzia a moto Yamaha Factor placa NRG-8565/MS, pela Rua Alberto Lamêgo quando ao tentar uma conversão acabou batendo na traseira do caminhão Mercedes placas HQG-4717/MS, que fazia a mesma manobra de entrar para a direita.

Socorristas do Corpo de Bombeiros chegaram rapidamente ao local, mas a vítima já estava morta com rodas da tração do caminhão sobre sua cabeça e um dos braços. Peritos do Instituto de Criminalística apuraram que o motociclista dera causa ao acidente ao tentar ultrapassar o caminhão pelo lado direito no momento em que o motorista efetuava conversão regular para a direita.

A polícia constatou que o condutor da motocicleta não era habilitado assim como o veículo estava com restrição administrativa sendo recolhido ao Detran. Moradores se manifestaram revoltados com seguidos acidentes registrados no bairro e tráfego intenso de caminhões por conta da existência de uma pedreira na região.