Coronel David solicita ao ministro da saúde inclusão de profissionais de segurança...

Coronel David solicita ao ministro da saúde inclusão de profissionais de segurança na lista de prioridades da vacina

COMPARTILHAR

O deputado estadual Coronel David (sem partido) quer incluir os profissionais da segurança pública na lista de prioridades da vacinação contra a covid-19. Nesta quarta-feira (17), ele solicitou o envio de uma indicação ao ministro da saúde, Marcelo Queiroga enfatizando que estes servidores estão na linha de frente do enfrentamento e combate ao novo coronavírus e consequentemente expostos à doença.

“Solicito, em caráter de urgência, que todos os profissionais da segurança pública sejam incluídos na lista de prioridades do plano de imunização da população adulta, ainda nas primeiras fases da campanha de vacinação contra a covid-19”, resumiu o deputado, durante a sessão remota da Assembleia Legislativa de Mato Grosso do Sul.

“Não é segredo para ninguém e não há desconhecimento disso por parte da sociedade que os profissionais da segurança pública realizam um trabalho essencial porque atuam na linha de frente ao enfrentamento e combate à covid. Eles estão constantemente expostos ao risco de serem contaminados durante o exercício de suas atividades que são feitas diariamente em delegacias, em unidades prisionais, nas residências, hospitais, comércios, e principalmente na rua”, detalhou o Coronel David.

O deputado estranhou ainda o fato de a população carcerária ter sido incluída na lista de prioridades da vacinação enquanto os profissionais da segurança, que estão todos os dias na rua desenvolvendo atividade essencial na proteção do cidadão, parecem ter sido esquecidos.

“Pessoas que cometeram crimes, que atentaram contra a vida do cidadão, essas pessoas acabam tendo esse privilégio de serem vacinadas anteriormente aos profissionais da segurança pública que estão no dia a dia defendendo nossa população”, pontuou. “Sempre atuei no cumprimento da lei e ao lado da sociedade. Entre criminosos e cidadãos de bem fico com os cidadãos de bem e com os profissionais da segurança pública”.