Corpos de policial e esposa serão periciados em Dourados

Corpos de policial e esposa serão periciados em Dourados

COMPARTILHAR
Legistas de Dourados farão perícia nos corpos.

Antônio Coca

Os corpos do policial civil Adalberto Duarte da Silva, lotado no 1º Distrito Policial de Jardim e da esposa dele Lívia Cathiane serão levados para o Instituto de Medicina e Odontologia Legal (IMOL) de Dourados, onde passarão por necropsia. Adalberto matou a esposa com três tiros e depois se matou. O caso aconteceu na tarde desta quinta-feira e um filho do casal de 16 anos e uma prima de Lívia presenciaram o fato.

Lívia passou a virada do ano em Porto Murtinho onde residem os familiares dela e retornou hoje para Jardim. Adalberto foi busca-la na rodoviária e logo depois houve uma discussão entre o casal. Segundo informações Adalberto vinha enfrentando problemas de saúde e relutava em passar por tratamento especializado. Ele era uma pessoa bem relacionada e querida entre os companheiros de trabalho e de outras forças policiais e o crime chocou a população.

O corpo de Lívia será levado para Porto Murtinho e familiares do policial estão indo de Campo Grande para Jardim e irão decidir onde ele será sepultado. A Corregedoria da Polícia Civil está acompanhando o caso.