CPI antecipa depoimento de governador do Amazonas

CPI antecipa depoimento de governador do Amazonas

COMPARTILHAR

O presidente da Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) da covid-19, Omar Aziz (PSD-AM), alterou a agenda de depoimento, antecipando a oitiva do governador do Amazonas, Wilson Lima (PSC), para a próxima semana, no dia 10. Na data, seria ouvido Marcos Arnoud, o “Markinhos Show”, ex-assessor especial do Ministério da Saúde que deixou o cargo após a saída do general Eduardo Pazuello.

Lima prestaria depoimento no dia 29 de junho mas, ao início da sessão na CPI desta terça-feira (2), o senador da base governista Marcos Rogério (DEM-RO) pediu para que a oitiva fosse antecipada, em razão da operação deflagrada hoje pela Polícia Federal contra o governador. Aziz, então, anunciou a mudança da agenda.

A PF realiza, nesta terça, a Operação Sangria, apurando desvio de recursos públicos para ações de enfrentamento à covid-19 no Amazonas, atingindo a alta cúpula do governo. Foi cumprida busca e apreensão na residência do governador, e há um mandado de prisão contra o secretário de Saúde do estado, Marcellus Campêlo. O depoimento dele ainda está previsto para o dia 15.

D acordo com as investigações, “há indícios de que funcionários do alto escalão da Secretaria de Estado de Saúde do Amazonas realizaram contratação fraudulenta para favorecer grupo de empresários locais, sob orientação da cúpula do governo do estado, de um hospital de campanha”.

Fonte: Correio Braziliense