Crianças e adolescentes das Moreninhas ganham Natal Solidário em academia

Crianças e adolescentes das Moreninhas ganham Natal Solidário em academia

COMPARTILHAR

Além de oferecer exercícios funcionais que proporcionam resultados aos seus alunos, a W30 Performance Humana vem transformando vidas e plantando sementes do bem. Durante a última semana, os treinadores arrecadaram 147 panetones e conquistaram parceiros para trazer 32 crianças e adolescentes do Projeto Mais Velozes das Moreninhas à academia, no Bairro Chácara Cachoeira, em Campo Grande.

Nesse sábado (23), das 9h às 11h, o grupo ganhou manhã recreativa com aulão e direito a lanches, sorvetes, pipoca, cachorro-quente e atenção de colaboradores e voluntários da W30. O ambiente ficou em festa e agradou principalmente aos alunos da academia que interagiram com as crianças e os adolescentes e já passam a viver o clima de Natal solidário. “Foi muito bom”, disse a especialista em telecomunicações Fabiane Romeiro Salviano, de 42 anos.

Fabiana Romeiro é uma das alunas pioneiras da W30 e explica que a ação fortalece os vínculos de amizade entre os frequentadores da academia. “Eu tenho certeza que faz movimentar essa família, porque a W30 é uma família! Eu treino desde quando era sistema de emagrecimento, passou para instituto e, agora, W30, todo dia trinta minutos. Então, estamos juntos há tanto tempo. A recompensa de hoje é o sorriso dessas crianças!”

Para cirurgiã-dentista Giuliana Oshiro, que levou o filho Kenzo, de 3 anos, a festa foi momento especial para os dois. “Fiquei muito satisfeita ao ver o meu filho feliz com a entrega dos panetones e admirada com a atitude de um menino ajudando o outro que não enxerga”, comentou Giuliana.

A mãe do adolescente cego, Maria Geraldo, também manifestou gratidão a todos que acolheram o filho dela, o acadêmico de Educação Física Dalton Gian Caetano de Andrade, de 17 anos. “Ele nasceu com baixa visão e, no Projeto Mais Velozes, ele se destacou no atletismo. Hoje é campeão universitário. Não temos muitos recursos, mas ele é dedicado e Deus vem nos ajudando”, contou a mãe que, recentemente, conseguiu emprego de serviços gerais na universidade onde o filho estuda para ficar perto dele.

Durante o evento, os treinadores da W30 inovaram e trocaram de lugar com os alunos. A inversão rendeu boas risadas. “Eu me diverti muito”, disse a estudante Maria Júlia Marinho, de 12 anos. Entre gargalhadas e aplausos, o treinador Júnior Lourenço ficou emocionado com os agradecimentos do responsável pelos Mais Velozes, professor Eder Vaz. “Eu nunca imaginei que poderíamos fazer tanta diferença para essas crianças”, comentou Júnior.

A manhã solidária da W30 contou com a parceria da Dale Sorvetes, da Fani Festas e do vereador William Maksoud que conseguiu o transporte para a vinda das crianças. O resultado encantou o idealizador da W30, treinador Eder Wagner. “Foi show! Nossa meta era arrecadar um panetone para alegrar o final de ano de cada um desses campeões! Deus multiplicou e entregamos três panetones para cada criança! Gratidão à família W30”, destacou Eder Wagner.

Com Assessoria/Neiba Ota