Crime na Vila Nasser pode ter sido roubo ou ligação com drogas

Crime na Vila Nasser pode ter sido roubo ou ligação com drogas

COMPARTILHAR

A polícia suspeita que Dener de Oliveira Gomes, 23 anos, encontrado morto na manhã deste domingo (19), na Vila Nasser, em Campo Grande, pode ter sido vítima de latrocínio (roubo seguido de morte), suspeita surgida a partir de afirmação de uma irmã de que ele teria recebido dinheiro de acerto trabalhista. No entendimento da irmã, que prefere não se identificar, o acerto pode ter relacionamento com o crime, embora não se saiba se ele sacou dinheiro que seria de acerto após desligamento do exército.

Também não está afastada a possiblidade de o crime ter relação com drogas, uma vez que conforme a própria família, Dener era usuário. Já a Polícia Militar apurou que ele tinha passagens por tráfico, furto, violação de domicílio e recentemente, foi desligado do exército.

Marcas no corpo de Dener, entre as quais na cabeça com perda de massa encefálica, indicam que a vítima sofreu espancamento e a execução foi consumada com pancada na cabeça, provavelmente com pedra. Após os levantamentos de praxe, o corpo foi encaminhado para o Instituto de Medicina e Odontologia Legal – IMOL.