Delegacia da Mulher de Ponta Porã caça professor abusador de adolescentes

Delegacia da Mulher de Ponta Porã caça professor abusador de adolescentes

COMPARTILHAR
Policiais da DAM caçam o professor. (Fotos: Reprodução/Porãnews)

Investigação da Delegacia de Atendimento à Mulher (DAM) de Ponta Porã, identificou esta semana um professor de 48 anos, acusado de importunação sexual, praticada contra pelo menos cinco adolescentes do município.

O caso começou a ser investigado após uma das vítimas procurar a DAM e denunciar o indivíduo, informando que ele se dizia ser também terapeuta e as convidava para ir até sua casa para fazer massagens com pedras, no intuito de alinhar os chacras e desenvolver o corpo. Além disso, aproveitava a proximidade com as meninas, para tocar o corpo delas, sem consentimento, e fazer perguntas de cunho sexual.

Segundo a titular da DAM de Ponta Porã, delegada Marianne Cristine de Souza, responsável pelo caso, oficialmente duas meninas fizeram denúncias contra Antônio Pereira de Moura Filho 49 anos, que não era professor direto das menores. Outros três casos estão sendo investigados pela DAM.

Diante das denúncias a delegada representou pela prisão preventiva do acusado, que foi decretada pela Justiça no início da noite de ontem (28). “Nós fomos até a casa dele e descobrimos que ele se mudou, sendo portanto considerado foragido da Justiça”, afirma Marianne.

A delegada lembra ser de extrema importância para a investigação a denúncia de outros pais e meninas que tenham sido vítimas do professor. “Essas menores não serão identificadas, até porque o processo corre em segredo de Justiça. Nós temos pessoas que hoje já tem mais de 20 anos e que estão nos procurando para fazer denúncias e isso contribui para o esclarecimento dos fatos”, explica. O professor está sendo acusado de Importunação Sexual, crime este previsto no Artigo 215-A do Código Penal Brasileiro e que prevê pena de 1 a 5 anos.

Antônio Pereira Moura Filho está foragido.