Deputado confirma ação do Gaeco e celulares apreendidos, mas diz que é inocente

O deputado Neno Razuk (PL) compareceu normalmente na sessão da Assembleia Legislativa nesta terça-feira, (5), após ser um dos alvos de operação do Gaeco em Campo Grande. O deputado confirmou ter recebido visita da polícia logo pela manhã, quando foram apreendidos dois aparelhos celulares, computador e uma arma, que ele possui registro e porte e alegou inocência.

“Uma injustiça ter sido acordado desta maneira pela manhã. Não tenho nada a ver com jogo de bicho em Campo Grande, nenhuma banca, nem nada. Estão Querendo jogar nas minhas costas”, afirmou Razuk. O deputado afirmou que a prisão foi autorizada por um juiz de primeira estância, mas diz confiar na justiça, porque tem certeza de sua inocência.

Quanto aos assessores, também alvos, o deputado disse que ainda não teve acesso à investigação. “Se querem procurar, deveriam procurar em outro lugar. Meu trabalho em Campo Grande é político, e social. Espero o desenrolar da operação para saber realmente o que está acontecendo”, ponderou.

O deputado finalizou criticando as operações que acontecem e depois acabam revelando que as pessoas eram inocentes, mas sem a mesma repercussão. O deputado tem base eleitoral na região de Dourados, onde a família é tradicional na política. A mãe foi prefeita e ele secretário de Planejamento. No segundo mandato como deputado, Neno também é corregedor da Assembleia, responsável por investigar denúncias contra os colegas.

Compartilhe
Institucional

O Tempo MS News é um portal de notícias online que traz informações relevantes e atualizadas sobre o dia a dia do Mato Grosso do Sul. Com uma equipe de jornalistas experientes e comprometidos em levar ao público as notícias mais importantes do estado, o portal se destaca por oferecer conteúdo de qualidade em tempo real.

Entre em contato

(67) 99135-7483

[email protected]

© Tempo MS News - Todos os direitos reservados, design por Argo Soluções