Deputado Coronel David pede a suspensão ou ampliação da validade do ...

Deputado Coronel David pede a suspensão ou ampliação da validade do concurso público da Agepen

COMPARTILHAR

O deputado estadual Coronel David (sem partido) encaminhou com urgência ao Governo do Estado, Secretaria de Estado de Segurança Pública (Sejusp) e Secretaria de Administração e Desburocratização de Mato Grosso do Sul (SAD) a solicitação para que haja a suspensão ou ampliação do prazo de validade do concurso público da Agência Estadual de Administração do
Sistema Penitenciário (Agepen) lançado em 2015 devido aos impactos que a
pandemia do novo coronavírus tem trazido nos últimos meses.

Em sua justificativa, o parlamentar defende que é preciso minimizar os
possíveis prejuízos aos selecionados. “O objetivo é atender os anseios
dos candidatos aprovados no concurso público neste momento de
incertezas, evitando que os mesmos deixem de ser convocados ou nomeados, tendo em vista que o processo seletivo já está próximo da fase final”, explicou Coronel David.

O certame realizado pela SAD disponibilizou 438 vagas do cargo de Agente Penitenciário Estadual, sendo 307 para a área de Segurança e Custódia,
87 para a área de Administração e Finanças e 44 na área de Assistência e
Perícia, porém o número de nomeados nos últimos anos foi maior que a
quantidade de vagas.

E essa não é a primeira vez que o deputado estadual trabalha para
atender as demandas da categoria. Em julho, o Coronel David participou
de reunião com o governador Reinaldo Azambuja (PSDB) e reforçou a
necessidade da convocação dos aprovados na segurança pública.

Ainda no mesmo mês, o chefe do Executivo atendeu ao pedido do
parlamentar e nomeou os remanescentes da Agepen nas áreas estabelecidas para atuarem em presídios por todo o Mato Grosso do Sul. Esta foi a quinta nomeação no concurso e até agora, já foram nomeados 858 servidores penitenciários em um mesmo certame, de acordo com o
Governo do Estado.

Segundo a Agepen, a primeira ocorreu em abril de 2017, quando 200
pessoas foram chamadas. Na segunda convocação, em junho do mesmo ano, 120 novos servidores foram integrados. Já na terceira fase, em fevereiro de 2018, 85 aprovados passaram a fazer parte do quadro permanente de pessoal da Agência. Por fim, em setembro de 2019, a quarta convocação nomeou outros 200 candidatos.