DERF prende “bando família” especializado em arrombar cofres

DERF prende “bando família” especializado em arrombar cofres

COMPARTILHAR
Polícia apura se grupo cometeu mais crimes. (Foto: Oscar Brito)

Policiais da Delegacia Especializada de Roubos e Furtos – DERF – desarticularam uma quadrilha de ladrões especializados em arrombamento de cofres em Campo Grande. Até serem presos, os quadrilheiros podem ter causado prejuízo estimado em R$ 500 mil entre furtos e danos nos locais onde agiram

A ação dos membros do bando era facilitada em razão de um dos integrantes ser chaveiro especialista em abrir cofres. Foram presos o paraense Ivanilson Lobato Santos (47), com passagens por cadeias de Minas Gerais, Goiás, Paraná e Mato Grosso do Sul enquadrado em estelionato e documentação falsa, sendo o chaveiro do bando.

Edmilton Dutra de Andrade (53), já preso além de Mato Grosso do Sul em Minas Gerais onde conheceu e se tornou comparsa de Ivanilson. Wellington Yuri Vieira de Andrade (28), filho de Edmilton, tendo passagens por crimes de estelionato, tráfico de drogas e furto qualificado além do irmão dele, Jhone Cleiton Moreira da Silva, de 31 anos, já preso no MS por tentativa de furto.

Do ano passado para cá a “quadrilha família” já havia arrombado cinco cofres de residências, lojas, centros médicos e joalherias. Um veículo Ford Ecosport foi apreendido com Edmilton, e pode ter sido utilizado na maioria dos crimes do bando.

A quadrilha furtava joias e dinheiro e apenas de uma joalheria chegou a levar R$ 100 mil em joias, de uma relojoaria foram furtados mais de R$ 25 mil em mercadorias e produtos. Pensando em ampliar ações, de um cartório os quadrilheiros furtaram até atestados de óbito que seriam negociados no mercado negro. “Eles não passavam vontade”, frisou o delgado Matheus Zampiere.