Desaparecido desde domingo, adolescente é achado morto em córrego na Capital

Desaparecido desde domingo, adolescente é achado morto em córrego na Capital

COMPARTILHAR
Policiais seguem em investigação a caça de mais envolvidos.

A partir de um achado de cadáver no córrego Bálsamo, no Bairro Universitário no final da tarde desta quarta-feira (10), a Polícia Civil esclareceu o crime e descobriu que a vítima, adolescente de 17 anos, estava desaparecido e foi vítima de grupo formado para a execução, tendo inclusive participação de outros adolescentes e um presidiário foragido. A vítima cujo corpo em decomposição estava em um córrego nos fundos da casa de um dos criminosos, trata-se de João Vítor Paixão Lopes, de 17 anos, morador na própria região.

Investigações realizadas pelo GOI após um tio da vítima reconhecer o cadáver, levou ao grupo autor do crime e envolvidos indiretamente na execução que envolve questões passionais e droga. O maior identificado como autor do crime, Brenno Gonçalves Rodrigues, de 30 anos, foi preso, um suspeito também foi recolhido e dois adolescentes apreendidos, todos participantes na execução e ocultação de cadáver, que tinha perfuração de tiro na cabeça.

Os policiais do GOI apuraram que a vítima “prestava serviço” vigiando a mulher do indivíduo conhecido como “Corumbá” – Josiel Aparecido Gonçalves Lima – pois este suspeitava que estava sendo traído, cujo pagamento pela “vigilância” era com entorpecente. “Corumbá que é foragido do sistema prisional, ainda não foi localizado.

Ainda na noite de ontem o crime foi esclarecido pelo GOI sendo preso grande parte dos envolvidos e identificados outros que podem ser apanhados a qualquer momento. Até o fechamento do caso, a situação pende para crime passional ou desentendimento entre o adolescente e “Corumbá”.