Dirigindo bêbado, homem e a namorada acabam presos

Dirigindo bêbado, homem e a namorada acabam presos

COMPARTILHAR

Um engenheiro do estado com 66 anos e a namorada, advogada de 28 anos, acabaram presos na madrugada desta quarta-feira (23). A prisão ocorreu na Avenida Afonso Pena quando policiais militares do Batalhão de Trânsito suspeitaram que o condutor do Honda placas EEI-6686/SP, de São Paulo, dirigia de maneira anormal indicando possível embriaguez.

Com a abordagem os policiais confirmaram a suspeita inicial e indicaram ao condutor, Eduardo Fontoura de Freitas, passar pelo teste de alcoolemia (bafômetro) o que ele aceitou prontamente sendo comprovada a ingestão de álcool. De acordo com o registro policial do caso, ao ser informado dos procedimentos a serem adotados a partir dali, inclusive encaminhamento para autuação em delegacia, Eduardo ofereceu aos policiais R$ 500 para ser liberado, inclusive retirando algumas notas da carteira, quando recebeu voz de prisão.

Nesse momento a acompanhante do condutor, que ele disse aos policiais ser sua namorada L.M.P., se exaltou passando a desacatar os policiais com palavrões, desafios e ameaças das mais variadas. Como se tornou agressiva, a mulher precisou ser algemada, mas mesmo assim ao ser colocada no compartimento de passageiros (banco traseiro) da viatura, ela continuou se rebelando e como tentava se jogar da viatura, foi solicitado apoio de uma viatura com camburão no qual ela foi conduzida até a delegacia.

Só ao chegar da Depac-Centro e percebendo que seriam autuados em flagrante, a mulher se identificou como advogada militante, sendo acionada a OAB que enviou um representante para acompanhamento.

Na delegacia o condutor aumentou a oferta de propina para R$ 1.200, mas seguiu preso. A ocorrência foi encerrada já no final da madrugada com flagrante de conduzir sob influência de álcool, resistência, desacato e corrupção ativa. Com documentação atrasada, o Honda Civic foi recolhido ao Detran.