Dois homens, um deles piloto de avião, atacados a tiros na fronteira

Dois homens, um deles piloto de avião, atacados a tiros na fronteira

COMPARTILHAR
Veículo das vítimas ficou crivado de balas.

Antônio Coca

Os dois homens que foram vítimas de atentado na noite desta segunda-feira (18) no centro de Ponta Porã foram socorridos pelo Corpo de Bombeiros e pelo SAMU e levados em estado crítico e levados para o Hospital Regional. A primeira informação era de que pelo menos um deles tivesse morrido na hora atingido pelos tiros de armas automáticas.

Populares perceberam que eles estavam com vida e acionaram o resgate. Um deles foi identificado como Jorge Henrique Fernandes de 26 anos, piloto de avião conhecido como “Pika” e outro Emerson Merelesa. A dupla estava em uma camionete Hilux, atingida com mais de 50 tiros quado trafegava pela principal avenida da cidade.

No fechamento desta reportagem surgiu a informação de que um dos homens teria morrido durante atendimento no hospital. Policiais civis e militares estão no local e ainda não há pistas dos atiradores e motivação para o ataque, embora a polícia não descarte a hipótese de ação por parte do crime organizado da fronteira Brasil Paraguai.

Um dos homens foi atingido em praticamente todo o corpo