Dono de site é preso em flagrante após receber R$ 7 mil...

Dono de site é preso em flagrante após receber R$ 7 mil de prefeito de MT

COMPARTILHAR

João Paulo Reis de Rezende (38), dono de um site de notícias em Primavera do Leste, a 239 km de Cuiabá, Mato Grosso, foi preso em flagrante após cobrar e receber R$ 7 mil do prefeito interino daquele município, Leonardo Bortolin (PMDB), a fim de não publicar matérias difamatórias contra ele.

João Paulo foi apanhado pela Polícia Civil dentro do carro do prefeito, no momento em que fazia a contagem do dinheiro recebido. Segundo a polícia, durante o interrogatório, o jornalista teria, inicialmente, permanecido em silêncio. Depois, disse que recebeu o dinheiro por trabalho de campanha, uma vez que Bortolin é candidato nas eleições suplementares que irão ocorrer naquele município no dia 19 de novembro.

O Ministério Público Estadual (MPE) foi quem procurou a polícia, após ser acionado pelo prefeito que relatou estar sendo vítima de extorsão. Ele disse que João Paulo ameaçava publicar uma matéria difamando-o caso não o valor cobrado pelo jornalista.

Conforme a polícia, Bortolin já havia pago R$ 3 mil à João Paulo – situação que foi filmada pelo prefeito – e, passava mais R$ 7 mil ao jornalista.

Segundo a polícia, os investigadores assistiram o momento em que o proprietário do site desceu de uma caminhonete e entrou no carro do prefeito. De acordo com a delegada Anamaria Machado Costa, que investiga o caso, o prefeito estava sendo chantageado pelo repórter por ser candidato nas novas eleições.

Bortolin assumiu a administração daquele município após o prefeito eleito, Getúlio Viana (PSB), ser cassado pela Justiça e é candidato nas eleições que devem ocorrer no dia 19 de novembro.
João Paulo foi encaminhado para a audiência de custódia, uma vez que extorsão trata-se de crime inafiançável. Na audiência, o juiz converteu a prisão em flagrante em prisão preventiva do jornalista, que deve ser levado para a Cadeia Pública de Primavera do Leste.