Drenagem e pavimentação no Nova Lima e região, em fase final

Drenagem e pavimentação no Nova Lima e região, em fase final

COMPARTILHAR
Imagens: Divulgação/PMCG

Trabalhadores seguem em ritmo intenso de serviços no Residencial Oscar Salazar, conjunto habitacional na região norte de Campo Grande, no Bairro Nova Lima, onde a Prefeitura executa obras de drenagem e pavimentação. Equipes da empreiteira responsável pela obra trabalham na terraplanagem da Martins Afonso de Souza, última rua do bairro, que está praticamente todo asfaltado e agora recebe meio-fio e calçada.

No sábado, foi executada a pavimentação da Rua Major Giovani Francisco Nadalin, via de 1,3 km, que começa no Residencial Iguatemi, passa pelo José Tavares e vai terminar numa rotatória que começou a ser construída e dará acesso ao corredor do Nova Lima.

Já está concluído o desassoreamento do piscinão (bacia de retenção) existente numa área lateral à Rua Martin Afonso de Souza, de onde foram retirados 3.500 metros cúbicos de areia. Para a dona de casa Cleia Maria Castelo, que está no bairro desde a inauguração das casas há 14 anos, com o asfalto, meio-fio, calçada e a rede de esgoto, a qualidade de vida no bairro vai melhorar.

Se as condições climáticas não atrapalharem, a expectativa é que até o dia 15 de outubro estejam concluídas as obras do Complexo José Tavares, que já estão com 70% concluídas. Já está pronta a pavimentação no Residencial Iguatemi, Vida Nova, trechos de ruas do Tarsila do Amaral e José Tavares.

Com investimento de quase R$ 19 milhões, o projeto prevê a implantação de quase 6 quilômetros de drenagem, 14,9 km de pavimentação de 45 ruas localizadas no perímetro acima da Avenida Gualter Barbosa, entre as ruas Marques de Herval (o Corredor do Nova Lima) e Venam Soares, no Vida Nova.

O corredor do Nova Lima será prolongado em mais 718 metros de pavimentação até a Rua Major Giovani Francisco Nadalin. Com isso, será aberta uma nova opção de acesso à Avenida Cônsul Assaf Trad, já em frente do Terminal Nova Bahia, para quem mora no Oscar Salazar e José Tavares.