Dupla que matou mulher a tiros, pode ter errado alvo que seria...

Dupla que matou mulher a tiros, pode ter errado alvo que seria o marido

COMPARTILHAR
Sônia morreu durante socorro. (Foto: Henrique Kawaminani/ReproduçãoCampo Grandenews)

A Polícia Civil investiga as circunstâncias do assassinato de Sônia Estela Flores dos Santos, 23 anos, executada no começo da tarde desta quinta-feira (2) em Campo Grande. Uma das principais linhas de investigação, é a possibilidade de a mulher ter sido morta em erro dos matadores, quando o alvo seria o marido dela, recentemente saído de presídio.

O crime aconteceu quando Sônia e o marido, que não teve o nome divulgado, estavam em um Celta dirigido pelo marido, trafegando pelo Jardim Noroeste. Quando o veículo se aproximava da rua Ataulfo Paiva, surgiram dois homens em uma motocicleta e o passageiro atirou em direção aos ocupantes do veículo fugindo em seguida.

Um dos tiros atingiu a região ocular de Sônia que estava com o bebê filho do casal no colo, tendo o marido acelerado partindo em direção a uma unidade de socorro mais próxima. Populares haviam acionado o SAMU e Corpo de Bombeiros tendo os socorridas encontrado o marido com a vítima anda no trajeto.

Gravemente ferida, Sônia foi desembarcada para os primeiros socorros, mas acabou morrendo ainda no atendimento na margem da via. Equipes da Polícia Militar e Civil atenderam o caso e fazem buscas e toda a região. Paralelamente, o marido é ouvido e de seu depoimento pode sair o rumo das investigações.