Duplicação da BR-163 entra na etapa final em MT, já no perímetro...

Duplicação da BR-163 entra na etapa final em MT, já no perímetro urbano de Cuiabá

COMPARTILHAR
Em dois anos, mais de 100 km duplicados e liberados para o tráfego. (Foto: Cairo Lustoza/ Rota do Oeste )

A contrário do que ocorre em Mato Grosso do Sul, onde o forte da “duplicação” se limita à cobrança de pedágio por parte da CCR MS Via, as obras da duplicação da BR-163 em Mato Grosso estão chegando ao fim, sendo concluída já entrando no perímetro urbano de Cuiabá.

O Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (DNIT) está fazendo o levantamento topográfico das fundações dos quatro primeiros viadutos que serão construídos no Distrito Industrial da capital de Mato Grosso. A partir de segunda-feira (1°), começam obras de fundação.

O serviço integra um lote maior de três obras que somam aproximadamente 43 km de extensão, com início no trecho em concreto da Serra de São Vicente, até o viaduto existente no entroncamento com a Avenida dos Imigrantes (BR-070/MT).

A etapa do empreendimento inserida no Distrito Industrial de Cuiabá vai modificar totalmente a entrada rodoviária da capital. Dois viadutos serão implantados na altura da atual rotatória do Pascoal Ramos, e os outros dois, no Posto São Mateus. Ao todo, serão seis viadutos, trincheiras e ampliação das ruas laterais.

Com isso, o tráfego de veículos dos bairros residenciais será separado do fluxo da rodovia federal, resultando em mais segurança no trânsito e redução no tempo de viagem dos usuários. Hoje, a média diária nesse segmento da BR-163/MT supera os 8 mil veículos pesados, que interferem diretamente na mobilidade urbana da capital. A previsão é de que as obras sejam concluídas em 2020.

Fonte: 24Horasnews