Edifício que pegou fogo no centro de São Paulo será demolido

Edifício que pegou fogo no centro de São Paulo será demolido

COMPARTILHAR
Data e forma ainda não estão definidas. (Foto: Rosana Rosa/Ag.Brasil)

Agência Brasil – São Paulo

O prédio de dez andares atingido por incêndio na região da 25 de Março, no centro da capital paulista, será demolido pela prefeitura. O condomínio Edifício Comércio e Indústria, localizado na Rua Comendador Abdo Schahin, região central da cidade, aprovou na noite desta quarta-feira (13), em assembleia geral, a proposta apresentada pela gestão municipal e aceitou amigavelmente a demolição do edifício atingido pelo incêndio iniciado no domingo (10).

Com decisão, não haverá mais a necessidade de ação judicial para obter a autorização para a demolição e “o problema poderá ser resolvido de forma mais rápida”, informou em nota a prefeitura da capital. Na manhã desta quinta-feira, o Corpo de Bombeiros informou, em sua página no Twitter, que as operações no edifício Comércio e Indústria, bem como no entorno da região 25 de março já foram finalizadas.

“Eventualmente algum foco de incêndio pode ter sua reignição, entretanto, até o momento, sem risco de se tornar um incêndio de grandes proporções que possa afetar as edificações adjacentes ou colocar em risco a população que frequenta a região. Nós estamos monitorando e enviando uma viatura para reavaliação”, informou a publicação.

Risco de colapso

A Secretaria Municipal de Infraestrutura Urbana e Obras (Siurb) já recebeu o projeto arquitetônico original do prédio e todos documentos e materiais existentes, como plantas, imagens de drone e relatórios, estão sendo analisado na busca de alternativas que reduzam o risco e agilizem a liberação da área.

Como o edifício apresenta risco de colapso, não é possível que técnicos acessem seu interior. Vistorias complementares com drones serão realizadas para captação de imagens que irão mostrar o real estado dos elementos estruturais (vigas, pilares e lajes) de todos os andares do edifício.

A partir dessas informações complementares será possível determinar se o edifício terá de ser demolido parcialmente ou em sua totalidade. Em vistoria realizada na terça-feira (12), o engenheiro da Subprefeitura da Sé, Álvaro de Godoy Filho, identificou risco às estruturas e, por medida de segurança, nove edifícios foram interditados de maneira parcial ou total, conforme o risco que apresentam como consta do laudo técnico. Os imóveis não são residenciais e não há desabrigados.
Endereços afetados

Ruas Cavalheiro Basílio Jafet, 115, Barão de Duprat, 39 e 41, Basilio Jafet, 127, 25 de março, 734, Basílio Jafet, 107, 25 de março, 702, Abdo Schahin 78 e 94.