Em Dourados corpo é arremessado 50 metros em colisão entre picape e...

Em Dourados corpo é arremessado 50 metros em colisão entre picape e moto

COMPARTILHAR
Veículo só parou 100 metros depois, poque a moto o travou na pista (Foto: Adilson Domingos/MSemFoco)

João Damásio Gonçalves Martins (63), foi morto por volta de 22h deste domingo (11), quando a moto que conduzia foi atingida e arrastada por cerca de 100 metros e seu corpo arremessado 50 metros do ponto de impacto. A colisão aconteceu no cruzamento da Avenida Presidente Vargas esquina com Rua Iguaçu.

A colisão envolveu a Fiat Strada placas OOJ-5329, conduzida por Thiago Branquinho Nonato (25), que fugiu do local e a moto Shineray preta sem placa, conduzida pela vítima. Conforme o registro da polícia, a Strada trafegava pela Presidente Vargas enquanto a moto seguia pela Rua Iguaçu puxando uma carretinha e o condutor tentava atravessar a avenida quando foi atingido.

No cruzamento ocorreu a batida em que a carreta ficou no ponto de impacto, sendo o corpo do condutor arremessado 50 metros caindo no canteiro central entre as duas pistas da avenida. Já a moto ficou enroscada na dianteira do veículo que só parou no cruzamento da Presidente Vargas com Rua Ipiranga, cerca de 100 metros depois.

Peritos e policiais constataram que não havia sinais de frenagem na pista, e que a picape só parou porque a motocicleta a travou no asfalto, levando a crer que o condutor tinha intenção de fugir do local com o veículo, no qual foram encontradas duas latas abertas de cerveja e um copo grande.

Familiares de Thiago disseram para a polícia que ele fugiu do local com medo de linchamento, mas a Polícia Civil destaca que quando a equipe chegou ao local não haviam nenhum familiar da vítima e que o local estava em absoluta tranquilidade. No local além dos veículos a polícia apreendeu as latas de cerveja, copo e documentos de Thiago Branquinho que haviam sido deixados no veículo.