Em prisão domiciliar, mulher é presa atuando no tráfico de drogas

Em prisão domiciliar, mulher é presa atuando no tráfico de drogas

COMPARTILHAR
"Paty" aproveitava prisão domiciliar fazendo da casa uma "bôca".

Patrícia Correia Miranda, de 28 anos a “Paty”, moradora na rua Eulália Pires, Vila Cachoeirinha em Dourados e até então cumprindo prisão domiciliar, foi presa em sua residência. A prisão ocorreu após denúncia investigada por policiais SIG, para apurar a atuação de “Paty”, no tráfico de entorpecentes.

Na operação a mulher foi flagrada com pasta base de cocaína e porção de maconha. Diante do flagrante, ela disse vender pasta base em “porção” de 2,5 gramas por R$ 50 e com 5 gramas por R$ 100 reais e 10 gramas por R$ 200.

Ela disse que está vendendo ali na região um pouco mais de dois meses e que essa última droga ela pagou r$ 500 em aproximadamente 200 gramas de pasta base em Ponta Porã viajando de ônibus. Além de drogas os policiais apreenderam com a mulher quatro celulares, três baterias de caminhão, um equipamento de som veicular, uma caixa de som residencial, violão, botijão de gás, tapete e balança de precisão. Os materiais eram oriundos de troca por drogas.

No “estogue” além de drogas e objetos, até fios de rede elétrica