Em três meses de pandemia, 80% das transportadoras tiveram queda na demanda

Em três meses de pandemia, 80% das transportadoras tiveram queda na demanda

COMPARTILHAR

Agência Brasil

Pesquisa realizada pela CNT – a Confederação Nacional do Transporte – aponta que, em três meses de pandemia, 80,6% das empresas de transporte apresentaram queda de demanda. A pesquisa divulgada na quinta-feira ouviu 619 empresas de cargas e de passageiros de todos os modais de transporte, entre os dias 5 e 10 de junho.

Diante da queda inesperada da demanda, quase 64% dos entrevistados declararam que estão com a capacidade de pagamento comprometida – tanto de financiamentos, quanto de folha de pagamentos de empregados, tributos e fornecedores.

Quase 30% das empresas também informaram que conseguem operar por, no máximo, mais um mês sem apoio financeiro; e cerca de 18% já precisaram recorrer a empréstimos. Até a publicação da pesquisa, entre as empresas que buscaram crédito, 44,8% tiveram a solicitação negada.

Segundo a CNT, 38,1% dos transportadores efetuaram demissões em virtude da pandemia; e a expectativa é de novas demissões nos próximos 30 dias.