Empresária de Curitiba é detida com 1 bilhão de dinares iraquianos falsos

Empresária de Curitiba é detida com 1 bilhão de dinares iraquianos falsos

COMPARTILHAR

Uma empresária de Curitiba (Paraná) está detida na superintendência da Polícia Federal, em Brasília, após ser pega com uma caixa contendo 1 bilhão de dinares iraquianos. O valor corresponderia a R$ 3 milhões, se as cédulas fossem verdadeiras.

A mulher, que não teve o nome revelado, embarcaria em um voo fretado com destino a Miami, nos Estados Unidos. Essa foi a maior apreensão de dinheiro falso na história do Aeroporto Internacional Juscelino Kubitschek.

Ao passar pelos procedimentos de inspeção de rotina da Receita Federal do Brasil, ela acabou pega. A mulher informou aos agentes da alfândega que havia recebido o montante como pagamento de uma dívida. O dinheiro falso foi retido pela Receita Federal.