Empresário Camargo Calçados assina ficha de filiação ao PP de Campo Grande

Empresário Camargo Calçados assina ficha de filiação ao PP de Campo Grande

COMPARTILHAR

Dono de uma indústria de cintos e carteiras, de duas lojas de calçados e acessórios e que atua como representante comercial das marcas de calçados Bello Boy (masculino) e Pé de Moça (feminino) em Campo Grande, o empresário João Batista de Camargo Filho, mais conhecido como “Camargo Calçados”, assinou, na última sexta-feira (20/03), a ficha de filiação ao Partido Progressista (PP). A filiação do empresário foi abonada pelo presidente do PP da Capital, vereador Cazuza, e pelo pré-candidato a prefeito de Campo Grande pela sigla, Esacheu Nascimento, atual presidente da Santa Casa do município.

Segundo Camargo Calçados, a filiação ao PP de Campo Grande foi motivada pela convergência dos pensamentos políticos dele com os das lideranças da legenda no município. “Os ideais são parecidos e tenho certeza que tomei a melhor decisão ao me filiar ao Progressista. Além disso, o fato de o partido ter a intenção de lançar candidatura própria à Prefeitura da Capital também me animou, pois acredito que vou ter mais chances de ser eleito vereador, caso passe pela convenção da sigla”, declarou.

O presidente do PP de Campo Grande, vereador Cazuza, destaca que recebeu a filiação de Camargo Calçados com muita satisfação. “Ele já vem realizando um trabalho muito grande e um trabalho social muito bom. Eu quero agradecer por ele fazer parte das fileiras do Partido Progressista. Trata-se de mais um correligionário com boas ideias e que vai praticar a boa política com o pensamento voltado ao crescimento da nossa sociedade. É muito bom ter a sua companhia Camargo, muito bom ter você nas fileiras do PP porque juntos, com toda a certeza, faremos a diferença”, reforçou.

Já o pré-candidato do PP a prefeito da Capital, Esacheu Nascimento, pontua que foi um prazer receber a filiação do João Batista Camargo no partido. “Ele já se colocou como pré-candidato a vereador por Campo Grande nas eleições deste ano. Para nós, foi uma honra muito grande ter um representante do setor da indústria, pois nós temos no Progressista um plano para Campo Grande, que é o desenvolvimento dos nossos negócios, do empreendedorismo”, lembrou.

Esacheu Nascimento acrescenta que Camargo chega com o espírito já aprovado junto aos sindicatos do setor industrial do município e junto à população da cidade. “Então, gostaria de registrar a minha satisfação e a do presidente da sigla no município, o vereador Cazuza, de poder contar com a presença desse importante empresário da nossa cidade nas fileiras do PP”, ressaltou.

Trajetória

Casado com Luciane Ribas e pai de João Victor Camargo, o empresário João Batista de Camargo Filho, mais conhecido como “Camargo Calçados”, é presidente do Sindical/MS (Sindicato da Indústria de Calçados de Mato Grosso do Sul) e desenvolve o “Projeto Recomeçar”, que atende 50 crianças e adolescentes da cidade com aulas de futebol e curso de artesanatos em couro. Morador há 29 anos do Bairro Mata do Jacinto, ele tem um bom relacionamento com os moradores e comerciantes dos bairros da região norte de Campo Grande, na saída para Cuiabá.

Camargo Calçados também é frequentador assíduo da Ceasa de Campo Grande, onde tem uma das suas duas lojas de calçados e comercializa com os clientes que buscam frutas e verduras no local, bem como com os vendedores. Na Ceasa, onde circulam por dia mais de 4 mil pessoas, ele é bastante atuante e faz um trabalho junto aos clientes e funcionários, iniciando às 4h30 e terminando até às 10h30, de segunda-feira a sábado.

Graças a essa forte atuação no setor empresarial do segmento da indústria de calçados de Campo Grande e Mato Grosso do Sul, o empresário tem o apoio do segmento calçadista da Capital e dos pilotos de manobras da cidade. Ele ainda está lutando pela obtenção da isenção ou redução do imposto sobre o mostruário dos representantes comerciais, sendo que, no fim do ano passado, acompanhando de outras lideranças do segmento, conversou com o secretário estadual de Fazenda, Felipe Mattos de Lima Ribeiro, para colocar essa questão em pauta.