Envolvido em ação que feriu policial se entrega em Ponta Porã

Envolvido em ação que feriu policial se entrega em Ponta Porã

COMPARTILHAR
Forças de segurança seguem na busca aos criminosos.

Antônio Coca

Um paraguaio que estaria envolvido em um confronto entre traficantes e policiais do Batalhão de Operações Especiais (BOPE) em Antônio João na madrugada do último dia 16, em que subtenente Carlos Alberto Aragaki foi ferido com um tiro de fuzil nas duas pernas e teve uma delas amputadas, se entregou na noite deste domingo na Polícia Federal em Ponta Porã.

Ele seria Pablo Denis Bobadilla Martinez e estava acompanhado de um advogado. Desde o dia do fato, há uma intensa busca pelos traficantes em toda a região de fronteira. Informações davam conta de que uma pessoa teria morrido no confronto e o corpo encontrado na Colônia Estrela em Pedro Juan Caballero, mas a Polícia Nacional informou que o corpo localizado logo depois do tiroteio entre os traficantes a os policiais militares brasileiros era de um homem que havia cometido suicídio.

Duas caminhonetes e uma carreta com grande quantidade de maconha foram encontradas abandonadas em uma mata no território paraguaio e os membros da quadrilha que entrou em confronto com o BOPE foram identificados como sendo Bernardo Daniel, Adilson Rodrigues Gimenes, Jorge Rodrigo Montiel, Simão Pedro Lopes, Pablo Denis Bobadilla Martinez, Walter Abel Lopes, Joelson Benites Medina.

O BOPE em Campo Grande informou que em breve deve emitir uma nota sobre a apresentação do Paraguaio. A Polícia Federal não informou nada sobre o caso.

Pablo Denis Bobadilla Martinez, procurou a PF em Ponta Porã.