Escolas do Sesi de Mato Grosso do Sul começam implementar Novo Ensino...

Escolas do Sesi de Mato Grosso do Sul começam implementar Novo Ensino Médio

COMPARTILHAR

Nas escolas do Sesi de Mato Grosso do Sul o futuro começa mais cedo. Apesar de as redes públicas e privadas terem até 2021 para se adaptar à reforma do Novo Ensino Médio, sancionada pelo Governo Federal há dois anos, as sete escolas da instituição no Estado já adotaram esse modelo em 2020. As unidades de Campo Grande, Dourados, Corumbá, Aparecida do Taboado, Naviraí e Maracaju oferecem o itinerário de formação em Matemática, enquanto a de Três Lagoas tem o pioneirismo de oferecer ainda o curso com itinerário de formação em Ciências da Natureza, com a “Arquitetura Pedagógica: Transformação”, metodologia originada na Escola do Senai Shunji Nishimura, em Pompéia/SP.

Na Capital, desde o ano passado também é oferecido o Novo Ensino Médio com formação técnica em redes de computadores. O Novo Ensino Médio tem uma carga horária anual ampliada de 1.520 horas-aulas focada no itinerário de formação em Matemática, Ciências da Natureza e Formação Técnico Profissional, além da política adotada pela Rede Sesi de Educação, que oferece ferramentas para o desenvolvimento das habilidades socioemocionais e noções sobre projeto de vida e carreira.

Melhor preparado

“O Sesi de Mato Grosso do Sul já tinha a carga horária mais ampla que os concorrentes. Nosso Ensino Médio tradicional era de 1.400 horas-aulas, enquanto nas demais escolas normalmente não ultrapassam 1.200 horas-aulas”, destacou o superintendente do Sesi, Bergson Amarilla, acrescentando que a escolha do itinerário em Matemática e Ciências da Natureza foi para que o aluno chegue ao fim do Ensino Médio mais preparado para ingressar nas melhores universidades em qualquer área que optar, visto que a Matemática e Ciências da Natureza têm sido um dos maiores desafios do estudante brasileiro.

Com a adoção do Novo Ensino Médio, a Escola do Sesi de Campo Grande em 2021 formará sua primeira turma com diplomas de técnicos em Redes de Computadores, primeira modalidade integrada a ser oferecida no Itinerário de Formação Técnica Profissional pela Rede Sesi de Educação do Estado, realizada em parceria com o Senai. Os estudantes contarão com a formação técnica simultânea ao Ensino Médio, como forma de conectar educação com a vida profissional dos alunos.

Compromisso

A Rede Sesi de Educação de Mato Grosso do Sul tem o compromisso de oferecer aos estudantes um ensino de qualidade. “Preparando-os não só para serem bons profissionais, mas sobretudo que eles tenham os princípios básicos de um cidadão consciente, ético, responsável e transparente. Um estudante que vai ser preparado para os desafios da vida”, ressaltou Bergson Amarilla.

Ainda de acordo com o superintendente do Sesi, a proposta educacional é baseada em um contexto atual e amplo. “Vamos ofertar uma metodologia com base no desenvolvimento de competências, ambientes colaborativos e flexíveis, ensino por áreas de conhecimento, teoria aplicada à prática, vinculada principalmente com as questões socioemocionais dos alunos. Todos atualizados em relação ao mercado, incentivados a serem empreendedores, uma formação que desenvolva a autonomia do aluno”, finalizou.

Mundo do trabalho

A Lei nº 13.415/2017, que institui o Novo Ensino Médio, estabelece maior flexibilidade curricular, além da possibilidade da oferta de cinco itinerários formativos, com a inclusão da possibilidade de formação técnica e profissional. Segundo pesquisa do Ibope de 2016, 72% dos brasileiros são a favor de mudanças no ensino médio, 85% são a favor da ampliação do número de escolas com tempo integral, e 70% são a favor de que os estudantes escolham as matérias em que irão se aprofundar, já com vistas a escolher a área de formação técnica no ensino médio.

Ao alterar o Ensino Médio, o governo propõe uma educação com os olhos voltados ao mercado de trabalho. E é justamente o que ocorre nas escolas do Sesi, onde o estudante é protagonista do seu aprendizado através de uma metodologia com base no desenvolvimento de competências e ensino individualizado.

Com Assessoria