Ex-ministro da educação e pastor presos pela Polícia Federal

Ex-ministro da educação e pastor presos pela Polícia Federal

COMPARTILHAR
Ex-ministro preso esta manhã.

Desde as primeiras horas desta quarta-feira (22) a Polícia Federal realiza uma operação contra o ex-ministro da Educação Milton Ribeiro e outros pastores, investigados por ilegalidades no MEC. Milton Ribeiro e, e Gilmar Santos, foram presos.

Eles são suspeitos de operar um balcão de negócios no Ministério da Educação e na liberação de verbas do Fundo Nacional de Desenvolvimento na Educação (FNDE). Milton Ribeiro foi o terceiro ministro da Educação do governo Bolsonaro, e chegou ao cargo em julho de 2020, após demissão de Abraham Weintraub, mesmo sem experiência. Acabou saindo no dia 28 de março deste ano, após vazamento de áudios revelando priorizar um dos pastores a pedido do presidente Bolsonaro.

O pastor Gilmar Santos presidia a Convenção Nacional de Igrejas e Ministros de Assembleias de Deus no Brasil Cristo para Todos, e negociava liberação de verbas federais da Educação com prefeitos, mantendo forte interlocução no MEC, FNDE e no Planalto.