Falso pastor tarado é preso pedindo carona para fugir

Falso pastor tarado é preso pedindo carona para fugir

COMPARTILHAR
Elerson Carlo Mareco Wider.

A Polícia Civil interroga o maníaco e falso pastor Elerson Carlo Mareco Wider, 22 anos, preso nesta terça-feira (13), em Chapadão do Sul. O tarado teria feito vítimas, todas crianças, até agora apurado em três cidades de Mato Grosso do Sul e agia desde 2011.

Elerson foi apanhado por policiais civis do Setor de Investigações Gerais – SIG de Chapadão do Sul e Ponta Porã quando pedia carona em uma rodovia de Chapadão do Sul em fuga para Campo Grande. O indivíduo estava foragido da justiça e é apontado como autor de vários estupros de vulnerável.

No primeiro caso que se sabe, ele teria estuprado uma criança de cinco anos em Chapadão do Sul, na mesma região em 2013 violentou uma criança de nove anos e posteriormente fugiu do município. Em 2014 foi acusado pelo estupro de outra criança, esta de apenas dois anos em Campo Grande, em 2016 na cidade de Dourados pelo estupro de uma criança de três anos e em 2017 acusado de estuprar também uma criança na cidade de Ponta Porã.

Conforme o site Porãnews, os policiais do SIG acreditam que o número de crianças vitimadas seja maior, pois ao se passar por pastor atuava mais com crianças e existe a possibilidade de que outros casos não tenham sido denunciadas pelas famílias da vítimas que em muitos casos preferem o silêncio.

Os investigadores por sua vez, estão solicitando aos familiares das vítimas que procurem uma delegacia da Polícia Civil para formalizar denúncia. A prisão foi comunicada ao judiciário e o tarado deverá “viajar” por algumas cidades para ser interrogado e indiciado.

Elerson em momento de “convencimento”.