Fim de semana violento na fronteira com três mortos e dois feridos

Fim de semana violento na fronteira com três mortos e dois feridos

COMPARTILHAR
Nessa madrugada, uma vítima executada dentro de veículo (Foto: PorãNews)

O domingo (30) e madrugada desta segunda feira (31) foram de violência na cidade paraguaia de Pedro Juan Caballero com três mortos e dois feridos a tiros. O primeiro crime ocorreu pouco depois de 08h30 de domingo (30) vitimando Anderson Ariel Florenciano Ferreira (28), morto com cinco disparos de revólver e diante dos filhos, crime ocorrido no bairro general Genes. De acordo com a polícia, o autor do crime teria se aproximado e após uma breve discussão sacou a arma e atirou contra a vítima que chegou a ser levada ao Hospital Regional da cidade onde morreu.

O segundo caso foi ocorreu por volta de 13h30, quando Roberto Mendieta Rojas (33) anos foi executado com uma facada no peito pelo enteado após discutir com a companheira, cujo filho, adolescente brasileiro de 16 anos, saiu em defesa da mãe e executou o padrasto no bairro Maria Victoria em Pedro Juan Caballero.

O adolescente foi detido e encaminhado a comissária de polícia, onde se encontra a disposição da justiça. Ele disse aos policiais que matou o padrasto por este supostamente agredir a sua mãe seguidamente e desta vez resolveu defende-la.

O terceiro caso ocorreu por volta das 19h30, quando uma briga entre vizinhos deixou feridos, Lucas Alberto Coitel Florenciañez (21) e Cristian Nuñez (20), com disparos de escopeta do calibre 12. A discussão teria ocorrido a dias e desde então os vizinhos passaram a se estranhar até que na tarde de domingo resultou com os dois jovens feridos a tiros de escopeta, posteriormente o autor fugiu do local tomando rumo ignorado.

Na madrugada de hoje

Já nas primeiras horas da madrugada desta segunda feira (31) pouco antes de 1h, foi executado a tiros de pistola do calibre 9 milímetros, Isabelino Ramon Arguello Sória (33) quando estava em frente a um local de baile no bairro San Gerardo em uma caminhonete Kia. Pistoleiros chegaram e dispararam sete tiros contra a vítima que chegou a ser socorrido por amigos até uma clínica particular onde não resistiu aos ferimentos e morreu. Investigadores da Divisão de Homicídios e da Polícia Técnica, atenderam os casos.

Fonte: Porãnews