Flexpark notifica veículos sábado de comércio fechado e provoca revolta contra prefeito...

Flexpark notifica veículos sábado de comércio fechado e provoca revolta contra prefeito da Capital

COMPARTILHAR

O prefeito de Campo Grande Marquinhos Trad pode estar conquistando a cada dia que passa mais inimigos eleitorais do que imagina diante de suas indecisas medidas por conta da pandemia. Em meio a dezenas de decretos um determinando, outro modificando ou anulando o anterior, o fecha não fecha e nesse fim de semana de tudo fechado, a irritação aumentou com o que a população está chamando de ataque por parte da Flexpark.

De acordo com dezenas de denúncias levadas a órgãos de comunicação e principalmente em redes sociais em tom de revolta, foram mostradas imagens de funcionários da flexpark notificando, notificação que até pode caracterizar extorsão, pois ou o notificado compra tempo de estacionamento, ou será multado pela prefeitura através da Agetran. Em trechos de postagens, pessoas acusam o prefeito de estar literalmente acabando com a cidade além de comercio, não adotando nenhuma medida que minimize a crise nesse setor.

No sábado de comércio fechado a empresa que explora o serviço de estacionamento, realizou uma verdadeira operação de guerra notificando veículos que por conta do comércio fechado proprietários estacionaram sem acionar o mecanismo. Alguns autores das notificações ao serem questionados por proprietários (vítimas) respondiam com grosseria orientando que procurassem seus direitos.

Por se tratar de fim de semana tanto na Flexpark como na prefeitura, ninguém foi encontrado para falar do assunto. Busca de informação por sinal, mesmo nos dias de expediente na prefeitura de Campo Grande não se consegue resposta a nada que se queira saber, principalmente no setor de comunicação social, onde o máximo que se consegue é orientação para enviar um e-mail com pedido de resposta do que se quer saber, resposta que jamais é respondida.

Pelo andar da carruagem, se depender de divulgação ou informação por parte de sua comunicação social, o prefeito de Campo Grande terá dificuldade em se eleger presidente de bairro. O setor se destaca unicamente na divulgação de pavimentação e tapa buracos, indicando ser única e tão somente a atividade do prefeito que atualmente como a maioria de artistas impedidos de show presencial, se tornou adepto da rive.