Força-tarefa caça homem que matou ex-prefeito de Amambai

Força-tarefa caça homem que matou ex-prefeito de Amambai

COMPARTILHAR
Com apoio de helicóptero do GPA, equipes vasculham região.

Mesmo com a indicação de que poderá se apresentar acompanhado de advogado, pois estaria esperando passar o período de prisão em flagrante, forças policiais seguem em intensa busca a Luiz Fernandes (54), o “Paraguai”. Autor assumido do assassinato do ex-prefeito de Amambai, Dirceu Lanzarini, 62, e balear o genro dele, Kesley Aparecido Vieira Matricardi, de 33 anos, segue foragido existindo suspeita de que tenha se escondido na região de Capitan Bado.

Equipes do Grupo de Policiamento Aéreo – GPA com emprego de helicóptero, Departamento de Operações de Fronteira – DOF, do Batalhão de Operações Especiais – BOPE, da Polícia Militar, Defron, a Delegacia Especializada de Repressão aos Crimes de Fronteira e policiais civis de Amambai seguem em operação de busca ininterrupta.

Até a prisão ou apresentação de Luiz, consta o que ele teria alegado em telefonema para a família confessando o crime, a motivação teria sido discussão entre Lanzarini e o funcionário da fazenda do ex-prefeito. Outra versão, aponta como motivação para o crime, desentendimentos e cobranças por parte do genro do ex-prefeito, que recentemente teria assumido a administração da propriedade.