Giroto e amigos, recolhidos no presídio de Campo Grande

Desde o começo da tarde desta sexta-feira (9) quando teve mandado de prisão cumprido na Superintendência da Polícia Federal em Campo Grande o grupo enquadrado na Operação Lama Asfáltica, acusado de crimes de corrupção, lavagem de dinheiro e desvio de recursos públicos, já está em presídio da Capital.

Levado em viaturas da Polícia Federal, o grupo está recolhido na cela 17, no Centro de Triagem do Complexo Penitenciário de Campo Grande. Lá estão o ex-deputado federal ex-secretário Edson Giroto, filmado agredindo numa jornalista, o empresário João Amorim, o cunhado dele, Flávio Henrique Garcia Scrocchio e ex-deputado estadual Wilson Roberto Mariano de Oliveira, o Beto Mariano.

O grupo teve prisão decretada em 2016, mas acabou sendo libertado por força de liminar. O retorno ao presídio aconteceu na sexta-feira (9), graças a decisão do Supremo Tribunal Federal que derrubou o habeas corpus.

A cela 17 já é definida como “Master ou Vip” por conta de abrigar “visitantes” ilustres como ocorrida há dois anos com o médico e ex-governador André Puccinelli além do contador e ex-prefeito de Campo Grande Gilmar Olarte. A cela é definida como destinada aos presos acusados do chamada crime do colarinho branco.

Compartilhe
Institucional

O Tempo MS News é um portal de notícias online que traz informações relevantes e atualizadas sobre o dia a dia do Mato Grosso do Sul. Com uma equipe de jornalistas experientes e comprometidos em levar ao público as notícias mais importantes do estado, o portal se destaca por oferecer conteúdo de qualidade em tempo real.

Entre em contato

(67) 99135-7483

[email protected]

© Tempo MS News - Todos os direitos reservados, design por Argo Soluções