Golpista do falso depósito é preso pela Guarda Municipal de Dourados

Golpista do falso depósito é preso pela Guarda Municipal de Dourados

COMPARTILHAR

Um homem de 29 anos foi preso na noite de quarta-feira (22) apontado como autor de golpes em que comprava aparelhos celulares através de páginas de vendas na internet e enviava às vítimas um comprovante de depósito inexistente e, acreditando que o dinheiro já estaria na conta, os vendedores entregavam os telefones.

O indivíduo chegava até as vítimas através de mensagens ou ligações telefônicas e após pegar os aparelhos revendia o produto, como forma de dificultar sua identificação. A farsa começou ser desmontada quando uma das vítimas acionou a Guarda Municipal de Dourados relatando que colocou à venda através das redes sociais, seu aparelho celular Iphone 7 Plus no valor de R$ 1.700, colocando inclusive fotos do aparelho. O golpista se passando por outra pessoa comprou o telefone por R$ 1.600 e após o falso comprovante de depósito, foi ao serviço da vítima e pegou o celular.

Apenas no final do dia a vendedora percebeu o golpe, ao verificar que dinheiro não entrou na conta. Ela tentou falar com o indivíduo, mas o mesmo não respondia as mensagens e nem atendia suas ligações. Diante disso, resolveu publicar novamente na rede social sobre o golpe que havia caído, momento em que recebeu a ligação de uma pessoa relatando que estava negociando um aparelho celular semelhante com um homem e que poderia ser o celular vendido por ela.

A equipe da GMD foi acionada e chegando ao local abordou o indivíduo que confessou o golpe e ainda confirmou que tentava negociar com o possível comprador outro aparelho celular, da marca REDMI NOT 8 de cor preto. Foi preso e encaminhado para a delegacia. Na Delegacia de Polícia, outra vítima do golpe do celular chegou relatando que também havia caído no mesmo golpe aplicado pelo autor, conforme ocorrência registrada no dia 13 e reconheceu o golpista que foi entregue a autoridade policial.

A Guarda Municipal de Dourados alerta que para evitar novos casos, é sempre bom ficar atento em negócios realizados através das redes sociais, anote nomes, documentos, faça um contrato de compra e venda se necessário registre em cartório e caso receba pagamentos através da rede bancária mesmo com envio de extratos ou depósitos verifique realmente se o dinheiro está disponível na conta. Se necessário consulte a gerencia da agencia, desconfie sempre e só entregue a mercadoria após constatar a real disponibilidade do dinheiro na conta.