Golpista é preso em banco tentando sacar precatório falso

Golpista é preso em banco tentando sacar precatório falso

COMPARTILHAR
Carlos Magno Ávila, flagrante de golpe.

Antônio Coca

O golpista Carlos Magno Ávila, 53 anos, morador no Jardim Bandeirantes em Londrina, no Paraná. Foi preso esta manhã em Dourados quando tentava sacar grande importância em dinheiro em uma agência do Banco do Brasil em Dourados.

De posse de documento falso em nome de Herbert Laranja, Carlos Magno tentou sacar um precatório no valor de r$ 47.102,15 (quarenta e sete mil cento e dois reais e quinze centavos). Demonstrando bastante frieza, educação e boa fala, o que segundo a polícia é uma marca de grandes estelionatários, o homem se dirigiu a agência da área central do banco, na Rua Joaquim Teixeira Alves esquina com Nelson de Araújo.

Na agência, ele foi até a área de atendimento presencial e apresentou uma folha de papel com uma liminar autorizando o saque de um precatório em nome de Herber Laranja. Como não é comum esse tipo de transação desconfiado o atendente acionou uma outra pessoa do banco que desconfiou do documento apresentado, fez a checagem junto ao sistema de segurança bancária onde constatou que o mesmo indivíduo havia tentado aplicar o golpe em Cassilândia e Campo Grande sem sucesso.

Percebendo que o golpe mais uma vez não daria o certo, o golpista tentou sair da agência travou as portas enquanto a polícia era acionada. Equipes do SIG e Guarda Municipal foram ao banco onde prenderam o golpista em flagrante.

Levado para a delegacia juntamente com a papelada e documentos falsificados, ele disse que só falaria ao delegado e ao juiz. A polícia está checando a vida do sujeito, diante de suspeitas de que já tenha aplicado muitos golpes.

Precatório falso e “documentos” do indivíduo.