Governador pede inclusão de rodovia Sul-fronteira no Orçamento da União

Governador pede inclusão de rodovia Sul-fronteira no Orçamento da União

COMPARTILHAR

O governador Reinaldo Azambuja pediu nesta terça-feira (1º) em Brasília ao relator Marcio Bittar (AC) a inclusão da rodovia Sul-fronteira no Orçamento Geral da União de 2021, além da aquisição de patrulhas para a agricultura familiar em Mato Grosso do Sul.

“Tivemos uma reunião muito proveitosa em Brasília. Discutimos alguns assuntos de interesse do Brasil, mas em especial de Mato Grosso do Sul, como a rodovia Sul-fronteira, que margeia com o Paraguai, as patrulhas que nós queremos distribuir aos municípios para potencializar o apoio à agricultura familiar, as estradas vicinais e tivemos aqui uma atenção muito especial do meu amigo, senador Marcio Bittar, de apoio aos pleitos e aos pedidos do povo sul-mato-grossense”, afirmou o governador.

A rodovia MS-165 margeia a fronteira do Brasil com o Paraguai ligando os municípios de Ponta Porã e Mundo Novo. Atualmente, duas frentes de trabalho estão trabalhando entre Aral Moreira e Paranhos. “Nós temos uma parceria na Sul-Fronteira. Estamos com duas frentes de obra importante ali: Vila Marques – Aral Moreira, Aral – Coronel Sapucaia, Coronel Sapucaia – Paranhos e aí vamos dar sequência Paranhos, Tacuru, Sete Quedas e Mundo Novo, fazendo toda a margem de fronteira com o Paraguai. É uma obra estruturante que, eu não tenho dúvida, terá o apoio do Ministério do Desenvolvimento Regional, do ministro Rogério Marinho e do senador Nelsinho. É uma obra estruturante para Mato Grosso do Sul e para o Brasil, que margeia o Paraguai e é extremamente importante para segurança pública para aquela região de fronteira”, acrescentou Reinaldo Azambuja. O senador Marcio Bittar assumiu o compromisso de avaliar os pedidos.

Em setembro, Bittar afirmou em reunião com o governador Reinaldo Azambuja que pretendia elaborar um modelo de atuação conjunta com a ministra da Agricultura, Tereza Cristina, direcionada ao homem do campo, em especial aos pequenos produtores rurais, para que governos estaduais possam oferecer maior cobertura de apoio e ampliar a produção agropecuária brasileira.

Fonte: Governo MS