Governo confirma que duas mulheres foram mortas em confronto com a FTC

Governo confirma que duas mulheres foram mortas em confronto com a FTC

COMPARTILHAR
Confronto deixou destruição e mortes. (Foto: Reprodução/ABC Color0

Antônio Coca

O ministro assessor de Assuntos Internacionais, Federico González Franco, confirmou que duas mulheres foram mortas no confronto entre a Força-Tarefa Conjunta (FTC) e integrantes do grupo guerrilheiro autodenominado Exército do Povo Paraguaio (EPP). Membros da Força-Tarefa Conjunta realizam uma operação na área.

O ministro assessor de Assuntos Internacionais, informou em conversa com a rádio Monumental 1080 AM que duas mulheres integrantes do Exército do Povo Paraguaio (EPP) foram mortas em confronto registrado na Fazenda Paraíso, na cidade de Yby Yaú, Departamento de Concepción.

Ele disse que as identidades de ambas ainda são desconhecidas e que o presidente da República, Mario Abdo Benítez, está no local e que darão mais detalhes do caso durante o dia. Ele também mencionou que no local eles encontraram um importante acampamento do EPP e que aproximadamente 10 a 12 pessoas conseguiram fugir.

“Confirmado o confronto, houve uma reunião por volta das 10h30 desta manhã, como resultado de um trabalho de inteligência foi possível chegar ao campo principal do grupo criminoso EPP. São duas mulheres mortas do EPP e a operação continua”, declarou González. Ele mencionou que a operação continua no local, com a presença de cães que vasculham a área para tentar localizar as pessoas que fugiram.