Grupo invade residência na fronteira e executa homem com centena de tiros

Grupo invade residência na fronteira e executa homem com centena de tiros

COMPARTILHAR
casa foi tomada pelos matadores.

Antônio Coca

O suplente de deputado do Departamento de Amambay, que tem Pedro Juan Caballero como Capital, Carlos Rubén “Chicharô” Sanchez, foi morto no tiroteio ocorrido na manhã deste sábado (7), quando pelo menos 10 homens armados com fuzis e armas semi automáticas invadiram sua casa. Chicharô foi morto dentro do próprio quarto onde dormia depois de passar a madrugada com vários amigos na residência dele no bairro Maria Victória.

A primeira informação era de que teria havido uma perseguição, o que não foi confirmada pela Polícia Nacional e sim que o grupo armado invadiu a casa de Chicharô e o executou com dezenas de disparos. A Polícia Nacional do Paraguai está no local e é grande a movimentação de pessoas na região.
A vítima do atentado era irmão do prefeito de Capitan Bado, Denílson Sánchez Garcete e recentemente denunciou para as autoridades que estaria sendo ameaçado de morte.

“Chicarô” teve corpo destroçado à balas.