Homem agride esposa e tenta explodir casa para exterminar a família

Homem agride esposa e tenta explodir casa para exterminar a família

COMPARTILHAR
Facão que quase atinge cabeça da mulher.

Policiais militares da Força Tática de Nova Andradina, prenderam na noite desta quarta-feira (26), um homem enquadrado em violência doméstica, tentativa de feminicídio e lesão corporal contra esposa e quatro crianças. As vítimas, além da mulher, cunhado com 16 e filhos com 8, 5 e 3 anos.

Além de agressões a murros, chutes e tapas, ameaça com canivete e facão, Juliano Oliveira De Moraes, 30 anos, ainda cortou a mangueira e abriu o gás do botijão dizendo que incendiaria a casa para matar toda a família. Por volta de 19h30 uma das vítimas conseguiu fugir da residência onde todos eram mantidos, na Rua José Alves Florentino, bairro Argemiro Ortega, e acionar a Polícia Militar.

Quando chegaram na casa os policiais encontraram a esposa do indivíduo sangrando e chorando com as crianças a seu lado e Juliano dizendo que nada havia acontecido ali. Foi desmentido pelas lesões visíveis na mulher e por ela contando que o marido chegou em casa bêbado e começou agredi-la assim como o irmão menor além de ameaçar todos.

Em seguida encontraram um facão e o canivete escondidos, além de perceberem forte cheiro de gás, quando viram a mangueira do fogão cortada e o botijão aberto. Juliano tentara atingir a cabeça da mulher com o facão, mas ela conseguiu desviar a arma com um dos braços que ficou ferido além de sofrer queimaduras provocadas por uma panela com gordura quente atirada pelo marido. O preso foi encaminhado com as armas e vítima para a Polícia Civil.