Homem ataca vizinho a golpes de facão e lamenta não ter conseguido...

Homem ataca vizinho a golpes de facão e lamenta não ter conseguido matar

COMPARTILHAR
Facão sujo de sangue estava nos fundos da casa. (Ilustração)

Um homem de 48 ano está internado na Santa Casa de Campo Grande vítima de tentativa de homicídio e pode perder ao menos dois dedos de uma das mãos. O autor do crime está preso em flagrante na Depac-Centro. A tentativa de assassinato ocorreu após suposta discussão em que o autor se armou com um facão e tentou executar a vítima, só não consumando o crime devido a intervenção de terceiros, sendo preso pouco tempo depois pela Polícia Militar.

O crime aconteceu por volta de 20h na rua Das Nações Unidas, Bairro Monte Castelo e vitimou Ronaldo Soares de Oliveira (48). Policiais foram acionados para irem até a UPA Coronel Antonino, onde Ronaldo havia chegado gravemente ferido a golpes de facão.

A equipe da PM apurou que o autor do crime seria um vizinho da vítima chamado Samuel, de 41 anos. Os policiais foram até a casa do apontado, que quando a PM chegou estava no portão da casa e mesmo antes de ser abordado se dirigiu aos policiais gritando “Ele morreu, porque eu queria ter matado ele”, “era pra ter acertado o pescoço desse desgraçado”.

Preso, ele levou os policiais até os fundos da residência onde deixara a arma do crime, um facão com cabo emborrachado. Testemunhas relataram para a polícia, que o autor confesso do crime atacou a vítima tentando atingir o pescoço e esta procurou se defender com os braços.

Ainda segundo os relatos, com o homem já no chão Samuel tentou novamente lhe atingir no pescoço, mas foi impedido por populares. Devido a gravidade do caso, a vítima após os primeiros atendimentos foi transferida para a Santa Casa.