Homem foge da PM por seis bairros até ser parado à tiro...

Homem foge da PM por seis bairros até ser parado à tiro pelo Choque

COMPARTILHAR

Conforme define a polícia, após expor a todo tipo de risco pessoas e a si próprio, provocar danos a terceiros e cometer dezenas de infrações de trânsito, Cristian Santos do Nascimento (22), foi alcançado e preso por uma equipe do Batalhão de Choque da Polícia Militar. Dirigindo um Jeep Renegade, ele percorreu ao menos seis bairros de Campo Grande em alta velocidade e com quatro carros da polícia lhe perseguindo.

De acordo com o registro policial do caso, por volta de 1h deste sábado (17), policiais do Choque foram alertados de que uma equipe de Rádio Patrulha do Jockey Clube estava no Bairro Dom Antônio Barbosa em perseguição ao Jeep, cujo condutor não obedecia sinal de parada e seguia em alta velocidade por diferentes ruas. No apoio a equipe do BPChoque tentou abordar o veículo por quase 20 minutos em que o condutor não respeitava sinalização ou preferenciais.

Já na Avenida Gunter Hans, policiais de outras quatro viaturas tentavam parar o condutor do veículo placas QBW-3286 e não conseguiam. Na fuga ele chegou a bater em outro veículo e seguiu em altíssima velocidade, quando sem alternativa um dos policiais do Choque atirou atingindo pneus do veículo, quando então Cristian foi forçado a parar.

No veículo os policiais encontraram garrafas de cerveja e um pacote lacrado com cinco quilos de fungicida sistêmico Elatus. Questionado sob a fuga, o homem alegou que por ter ingerido bebida alcoólica e não possuir carteira de habilitação resolveu não parar e quanto ao veículo alegou ter emprestado de um amigo.

Exame com etilômetro (bafômetro), constatou que Cristian dirigia embriagado sendo encaminhado para a Depac-Piratininga. O rapaz foi autuado em flagrante por conduzir sob efeito de álcool, direção perigosa, falta de habilitação, desobediência e resistência. Ele também foi enquadrado em contrabando e por ter em posse e transportar produto ou substância tóxica perigosa a saúde humana e ao meio ambiente. O veículo foi recolhido ao Detran.