Homem morto em confronto na Operação Regresso, tinha passagens desde 2013

Homem morto em confronto na Operação Regresso, tinha passagens desde 2013

COMPARTILHAR
Clayton Medeiros (Reprodução/Facebook)

O morto em confronto com policiais militares do BOPE esta manhã, Cleyton Medeiros, de 29 anos, que seria integrante do PCC em Campo Grande, teve sua primeira prisão em 2013, ao ser autuado por tráfico de entorpecente. Desde então registrava algumas passagens por delegacias e presídios.

Em 2015 foi preso por violência doméstica e posse ilegal de arma de fogo, ainda em 2015 novamente preso, de novo por tráfico de entorpecente e 2.016 posse de arma de fogo. O corpo de Clayton já foi encaminhado para o Instituto de Medicina e Odontologia Legal – IMOL e deve ser liberado ainda hoje para sepultamento.

Ele morreu no começo da manhã de hoje (28), pouco depois de 6h, quando policiais do GAECO e BOPE dariam cumprimento a um mandado de prisão em seu desfavor. Clayton reagiu a tiros e no confronto acabou baleado, morrendo quando era socorrido pelos policiais e levado para a UPA Almeida.