Identidade do ladrão morto durante roubo de caminhão ainda é desconhecida

Identidade do ladrão morto durante roubo de caminhão ainda é desconhecida

COMPARTILHAR
Bombeiros e PM chegaram rapidamente, mas "Macarrão" já estava morto.

A polícia de Campo Grande ainda não identificou o bandido que morreu na manhã de sábado (22) quando tentava roubar um caminhão através do sistema do falso frete. O segundo ladrão, um adolescente, foi apreendido pela Polícia Militar e confirmou o assalto contra o caminhoneiro que lutou com o assaltante armado, até que a arma disparou contra ele mesmo que morreu pouco tempo depois na quitinete alugada para cometerem o crime.

A vítima, caminhoneiro de 42 anos morador em Medianeira, no Paraná, como todas as vítimas desse tipo de roubo, tratou o “frete” por telefone, acreditou que levaria a mudança da mãe do ladrão para Cascavel. O bandido que se apresentava com um nome qualquer, detalhou o serviço, combinou preço, dia e endereço para encontrar com o motorista que saiu de sua cidade na sexta-feira pernoitou em Dourados, chegando hoje cedo a Campo Grande indo ao encontro do fretador.

Ao encontrar os dois contratantes, seguiram em direção ao Jardim Carioca onde em determinado ponto “Macarrão” e o comparsa anunciaram o roubo dizendo ao caminhoneiro “perdeu o caminhão”, mas que deveria dirigir até onde eles mandassem, o motorista retrucou dizendo que o soltassem e ficassem com o veículo, mas os ladrões alegaram não saber dirigir.

Em determinado ponto, mesmo com a arma na barriga e o caminhão em movimento, o motorista entrou em luta corporal com “Macarrão” tendo os dois caído do veículo continuando a luta até que a arma disparasse e “Macarrão” fosse atingido na barriga. O adolescente ao ver o comparsa ferido e que a arma estava no chão, a pegou e tentou atirar no motorista, mas a arma falhou e ele correu também entrando na casa onde o comparsa ferido na barriga entrou.

A Polícia Militar chegou rapidamente ao local encontrando “Macarrão” ainda vivo, mas eram os minutos finais dele que morreu antes da chegada do SAMU e Corpo de Bombeiros. O adolescente foi em seguida localizado e apreendido confessando o crime e as informações passadas pela vítima para a polícia.