Identificadas vítimas e motorista do acidente que matou quatro na MS-395

Identificadas vítimas e motorista do acidente que matou quatro na MS-395

COMPARTILHAR
Vítimas carbonizadas dentro do veículo. (Foyos:Thiago Apolinário/DaHoraBataguassu)

Além da identificação das vítimas no acidente que deixou quatro pessoas mortas carbonizadas, mães e filhas, a polícia identificou o condutor do caminhão a princípio causador do acidente ocorrido na rodovia MS-395, entre as cidades de Brasilândia e Bataguassu na noite desta sexta-feira (28) e que fugiu do local, mas ao ser localizado alegou ter ficado com medo de ser agredido.

Morreram no acidente Claudia Rodrigues Ledesma (42), a filha dela Thainá Aparecida Rodrigues Ledesma, de 21 anos, Dolores Sanches Dias (72) e a filha Eleny Aparecida Sanches Dias, de 48 anos. O veículo Spin, a prefeitura de Bataguassu em que viajavam as vítimas era dirigido por Claudio Mendonça, que sofreu ferimentos e teria sido projetado do veículo ficando alguns minutos desacordado.

Ao atender o caso a polícia apurou que o acidente, colisão traseira, envolveu o caminhão basculante Mercedes placas BXG-2225, dirigido por Pedro Sebastiao da Costa que nada sofreu e ao notar a tragédia foi para a sede da Fazenda Córrego Azul, nas proximidades, alegando temer por sua segurança.

Conforme o apurado pela polícia junto ao motorista sobrevivente e testemunhas, o veículo da prefeitura trafegava normalmente seguindo para Bataguassu, quando uma caminhonete que estava a sua frente, desviou subitamente do caminhão caçamba que estava na pista sem sinalização ou entrou na rodovia repentinamente, pois nem o condutor da caminhonete ou do veículo da prefeitura conseguiram avistá-lo.

Com isso, não houve tempo do motorista da prefeitura desviar, o correndo a colisão. Com o impacto, o veículo Spin ficou sem controle, capotou até parar com as rodas para cima distante do acostamento e em sentido oposto ao que trafegava.

Claudio, motorista da Spin ao recuperar a consciência, notou que o veículo estava começando a pegar fogo na parte frontal. Ao conseguir sair do veículo, gritou para ver se havia alguém vivo, mas as pessoas estavam desacordadas. Ele tentou apagar as chamas que rapidamente tomaram conta do veículo, foi ajudado por várias pessoas com extintores e que também tentaram sem sucesso retirar as vítimas, mas o fogo consumiu a Spin e as ocupantes.

O Corpo de Bombeiros de Bataguassu atendeu o caso assim como a Polícia Civil, Peritos e Polícia Militar Rodoviária. O caminhão que estaria carregado com ração, estava com característica alterada, o que é ilegal, sendo a alteração na caçamba (carroceria) de forma a aumentar a quantidade de carga transportada o que altera a capacidade de tráfego e segurança do veículo. A prefeitura de Bataguassu emitiu nota oficial sobre o episódio que abalou a população do município.

Caminhão tinha característica aumentada para transportar carga além da capacidade.

NOTA A IMPRENSA

A Prefeitura de Bataguassu, através da Secretaria Municipal de Saúde informa a população que lamenta profundamente o acidente ocorrido com um veículo oficial na noite de sexta-feira, dia 28 de junho, na MS-395, no trecho entre Brasilândia e Bataguassu.

O veículo municipal colidiu em um caminhão que estava parado na pista sem sinalização. Na ocorrência, vitimou-se fatalmente quatro pessoas, sendo dois pacientes e dois acompanhantes que retornavam de tratamento médico no município de Três Lagoas. O motorista do veículo municipal encontra-se hospitalizado.

A Prefeitura informa que desde que a informação do ocorrido chegou a conhecimento da administração municipal, todas as medidas cabíveis estão sendo tomadas e se solidariza com os familiares das vítimas, se colocando à inteira disposição para prestar toda assistência necessária.