Identificadas vítimas na colisão entre carreta e ambulância de Nova Alvorada do...

Identificadas vítimas na colisão entre carreta e ambulância de Nova Alvorada do Sul

COMPARTILHAR

Antônio Coca

A Polícia Rodoviária Federal (PRF) confirmou há pouco duas mortes no acidente desta tarde na BR 163 no distrito de Anhandui em Campo Grande, envolvendo ambulância da Secretaria de Saúde de Nova Alvorada do Sul e uma carreta que transportava grãos.

Uma das vítimas fatais é o motorista da ambulância, Juarez Alves de 58 anos, e a paciente Lúcia de Azevedo, 56 anos, que estava sendo levada em vaga zero para a Santa Casa da Capital, vítima terminal de câncer. Outras três pessoas que estavam na ambulância ficaram feridas e foram levadas para Campo Grande pela CCR e Corpo de Bombeiros.

O médico Ricardo Sampaio teve uma fratura na clavícula e escoriações pelo corpo. O técnico de enfermagem Judevan Martins, sofreu ferimentos diversos e o estado de saúde dele é estável. Já Gilza de Azevedo, irmã de Lúcia está em estado grave e deverá passar por tomografia na Santa Casa de Campo Grande.

A ambulância conduzida por Juarez colidiu de frente com uma carreta Scania G 420, conduzida por Osmar Pinz Nornberg, de 53 anos, que seguia para Umuarama (PR) com uma carga de milho. Ele fez teste do bafômetro que deu negativo para o consumo de álcool. Com a colisão a frente da ambulância ficou destruída e a carreta foi para o acostamento e pegou fogo. Osmar conseguiu sair da cabine sem ferimentos. As chamas consumiram o veículo e atingiram a vegetação, sendo controladas pelo Corpo de Bombeiros.

A PRF informou que o tráfego está interrompido no local onde aconteceu o acidente e peritos da Policia Civil de Campo Grande fazem os levantamentos. Homens da CCR MS Vias que administra o trecho que é pedagiado, mas não duplicado aguardam os trabalhos periciais para limpar a rodovia e remover a carreta e destroços da ambulância.