Ignorando os protestos Petrobras anuncia mais aumento no preço de combustíveis

Ignorando os protestos Petrobras anuncia mais aumento no preço de combustíveis

COMPARTILHAR

Indiferente a manifestações de caminhoneiros em todo o Brasil protestando contra os preços elevados principalmente de diesel, o governo através da Petrobras anuncia para a partir desta terça-feira (22), aumento de 0,9% para gasolina e 0,97% para o diesel.

Em apenas 17 dias, este é o 11º aumento no preço dos combustíveis. Só o mês de maio registra uma alta de 16,07%. Alvo de críticas, a petrolífera brasileira informou que as elevações acontecem por conta das oscilações do preço do barril do petróleo no mercado externo.

O argumento da Petrobras é de que a variação que acontece nas refinarias e terminais é importante para que a empresa se estabeleça de forma eficiente no mercado. Caberá aos postos decidirem se vão repassar, mais uma vez, o preço aos consumidores.

O governo

O ministro da Fazenda, Eduardo Guardia, disse nesta segunda-feira (21) que o governo examina a redução de tributos incidentes sobre os combustíveis, mas não tem ainda nenhuma decisão sobre o assunto. Em teleconferência com a imprensa estrangeira, Guardia afirmou que medidas para reduzir as alterações constantes nos preços estão sendo discutidas, mas destacou que o governo não tem neste momento “flexibilidade fiscal”. “Estamos no meio de um processo de consolidação fiscal e temos que ser muito cuidados em relação à receita fiscal”, disse.